sábado, 20 de agosto de 2011

E agora, o que vamos fazer
com tanta desordem no mundo??
Por favor, me dá um tempo,
já não consigo mais sobreviver.
Pára tudo, esse mundo tá um caos!
Tanta gente roubando,
e pra piorar querem ter a razão.
Querem ser os donos da verdade,
se não têm nem honestidade.
Parem e prestem atenção,
o mundo tá pirando, acabando a união.
Parem e olhem para frente,
no mundo tá morrendo muita gente.
Parem e olhem para o lado,
tem um senhor sendo assaltado e
o pior, por um engravatado.
Gente, por favor, me dá um tempo.
Parem e prestem bem atenção,
o mundo já não tem muito tempo
para tanta omissão.
Vamos, venham para frente,
todos na luta por um mundo decente.


Jessika de Sousa Macêdo.

terça-feira, 9 de agosto de 2011



A cada dia que passa, na minha mente
só aumenta a confusão.
Não sei direito do que gosto e as vezes
acabo perdendo a razão.
Preciso ser um pouco mais forte e fazer
pouco caso das opiniões.
Afinal, a felicidade e o futuro não é de nenhuma das pessoas
que metem o nariz nas minhas exclamações.
Quem eu sou, do que eu gosto, cabe somente a mim.
Vou vivendo e aprendendo, tentando ser mais flexível e
vamos ver como vai ser esse fim.

Jessika de Sousa Macêdo.

domingo, 7 de agosto de 2011

Amanhecer

Me imagino em um lugar com grama molhada
E que tenha flores com o orvalho da manhã.
Que os pássaros estejam cantando
Como se fosse o último canto.
Encantando o sol e o encorajando a sair.
Cantando como se fosse um canto de ninar a lua,
Que adormece com o seu esplendor a espera de mais uma noite.
E que o cheiro das flores façam o meu perfume
Que tento junto a elas embelezar o jardim e encantar o beija-flor 
Que vem a nós com a sede pelo néctar com toda a sua graça multicor.


Jessika de Sousa Macêdo.

Quando chega a noite aumenta o desejo
Em seus braços me imagino, me vejo.
Quando chega a noite só penso em nós dois
Apenas abraçados sem pensar no depois.
Sempre é assim, bastante emoção
O gosto do teu beijo me traz alegria
E cresce a vontade de ter você sempre aqui.
Numa tarde inteira juntos
Sentados na grama sentindo os ventos
Sentindo teu cheiro se misturar
com o das flores.
Eu  gosto quando estou com você
Quando sonho com você
Com você ao meu lado.


Jessika de Sousa Macêdo.

Através da janela do quarto observo
o céu cheio de cintilantes estrelas.
Está uma bela noite! 
Me perco em pensamentos em meio as
estrelas pequenas e delicadas vistas da terra,
assim como eu.
Perguntas surgem do nada como o vento. 
Será que tudo que fiz até hoje valeu para alguma coisa?
Será que fiz escolhas certas?
Logo sou tomada por exclamações.
Tudo que é feito com o coração é bom!
Você só tem certeza de algo quando faz e espera 
até o resultado final!
Não adianta ficar se lamentando e sim, lutar
pelos desejos sem ferir a alguém!
Ainda viajando em pensamentos, alguém
chama meu nome e volto a realidade.
Dessa vez mais confiante e com a certeza 
de que estou no caminho certo.


Jessika de Sousa Macêdo.
Em uma noite fria e solitária
foi quando te conheci.
Você veio como o fogo me aquecendo,
como chama abrasadora
para me acalentar junto ao teu corpo.
A noite se tornou quente e calma
e com você ao meu lado,
já não era mais solitária.
A noite já se ia e o sol surgia
esquentando aquele novo dia,
Da mesma forma que você veio até mim.
Acordei na certeza de que tudo podia acontecer,
Que até uma estrela eu poderia ter.
A manhã estava surgindo e o dia estava lindo,
você ao meu lado sorrindo
me olhando de todas as maneiras.
Vendo seu olhar foi que tive a total certeza
que você um dia esteve em meus braços
e que aquela noite não foi por acaso.

Jessika de Sousa Macêdo.

Às vezes me pego olhando para o céu e 
começo a pensar na complexidade que é o ser humano.
Um ser tão perfeito, mas que é tomado por pensamentos desconexos e confusos.
Que às vezes não conseguem entender a si próprio.
Logo percebo que meus pensamentos também são confusos e desordenados. 
E que olho para o céu tentando encontrar respostas em meio a tantas perguntas.
Tenho a impressão de ver a lua sorrir para mim. Parecendo dizer:
Está tudo bem, vá dormir, pois muitas perguntas são respondidas ao longo do tempo. 
Apenas aproveite a vida!

Jessika de Sousa Macêdo.

Perdido em algum lugar

Como você pode ser assim?
Perdido, sem uma alma.
Todo esse tempo pensei que pudesse mudar.
Eu fui tola, acreditei na sua cura.
Hey, olhe para dentro, a sua alma está doente.
Você precisa de ajuda e não vê isso!
Como posso ter esperança
Se até a fé você já perdeu.
Olhe para frente e veja o horizonte,
talvez você consiga descongelar seu coração,
talvez a brisa consiga te curar.
Veja, lá existe vida e sei que aí dentro também existe.
Já disse, olhe para dentro, a sua alma está doente.
Você precisa de ajuda, agora vê isso?
Então me diz porquê estava chorando ontem.
Eu sei que isso tudo é difícil,
Mas às vezes precisamos repaginar nossas vidas.
Se olhe no espelho, veja seu reflexo,
Procure nele a pessoa que um dia foi
E apenas volte quando encontrá-la novamente.
Aí poderei te ajudar!
Busque Deus, você vai precisar de uma pessoa
Forte como Ele
Mas volto a insistir.
Olhe para frente e veja o horizonte,
Lá existe vida e sei que aí dentro também existe. 

Jessika de Sousa Macêdo.

Lá fora o jardim fascinante
Realmente muito inspirador.
O orvalho que caia das rosas pareciam
Lágrimas que brotam de um rosto repleto de felicidade.
A cena me inspirava um poema
Onde o lápis começava a desenhar belas rimas
Deslizadas entre as linhas de meu caderno,
Que formavam uma bela música com melodia
Suave e repleta de emoção.

Jessika de Sousa Macêdo.


Amo escutar música,
Sem ela não consigo viver.
A melodia está em minha alma
E as notas musicais em meu ser.
A letra da música é como 
A alma de um poeta.
Nela, o instrumentista se inspira
E o cantor se espelha.
Através das notas vai formando a melodia.
Composições suaves vão surgindo.
A música vai saindo e o ouvinte se apaixonando.


Jessika de Sousa Macêdo.

Férias de verão

Férias de verão em Porto Seguro
Tem plano melhor que esse?
O bagageiro do carro lotado de malas,
Você colocando a barraca no banco de trás.
A estrada é longa, o dia é curto
E o sono traiçoeiro.
Uma parada pra dormir em um hotel de estrada.
Dia seguinte levantamos com os pássaros,
Queríamos apreciar a vista!
Logo avisto uma placa anunciando nossa chegada.
O dia estava perfeito para praia,
Montamos nossa barraca e fomos para o mar
A brisa parecia nos chamar.
Enquanto você surfava eu tirava algumas fotos.
A noite começava a cair. 
Junto com a galera em uma roda com fogueira e violão,
Apreciamos o pôr-do-sol, abraçados e olhando
Para o sol dizer até amanhã.
E esperando a lua para poder reabastecer-mos na
Espera de um novo dia.


Jessika de Sousa Macêdo.

O Espetáculo

Oh! Quão mágica era a noite que
passávamos juntos.
Sentados um ao lado do outro a espera
de mais um espetáculo.
Disfarçadamente o olhava, adorava te ver
sorrindo e se divertindo com aquilo.
Quão era contagiante seu ânimo.
Como eram divertidas nossas noites.
O modo como me olhava.
O modo como falava, olhando profundamente
em meus olhos.
Oh! Quão mágica era a noite.
Quão mágica era a nossa noite.
Noite que agora fica em vagos pensamentos.
Pensamentos dos quais nunca esquecerei.
Oh! Quão bela era à noite!


Jessika de Sousa Macêdo.