sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Liberdade?!



Tá aí, uma boa pergunta a ser feita: E como fica o Brasil? E a nossa Liberdade? Mas perguntas não somente a serem feitas e sim, levadas em consideração, serem analisadas, discutidas...
Fico triste com o que vem acontecendo com as cidades brasileiras, esse descaso que o Brasil vem sofrendo por parte de seus filhos "que não fogem à luta". Mas de quê adianta ficar triste, questionar e nada fazer? NADA!

Precisamos nos incomodar mais, não aceitar tudo que é nos dado, saber da procedência das coisas. Brasileiros têm a fama de serem acolhedores. Não sejamos "acolhedores" de tolerância, pelo contrário, vamos "acolher" indignação e liberar a coragem de ir à luta pela verdadeira democracia.

Vamos começar a cobrar mais daqueles que foram eleitos a nos representar. Vamos "quebrar" a atividade institucional  do Estado, que nos quer somente na hora do voto, para elegê-los. Vamos interromper essa política desmoralizada, dar um novo sentido a ela. Vamos em busca de nossos direitos, da verdadeira liberdade. Vamos nos libertar das correntes invisíveis que tentam colocar (colocam) todos os dias em nós e que fingimos não ver.

Vamos lutar por uma educação que nos faça pensar, e não aceitar. Por uma escola que dê condições aos professores de ensinar às crianças, para que, o futuro da nação não cresça com os olhos vendados para os acontecimentos da sociedade. Para que elas cresçam sabendo que o seu lugar pode ser em qualquer lugar e, não aonde determinaram que fosse.


Jessika de Sousa Macêdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário