sábado, 28 de junho de 2014

Quando tudo estava se acalmando,
Quando já não queria mais bagunça em meu coração,
Ela resolve aparecer.
No último segundo da respiração de um falso alívio ela apareceu.
Como quem não queria muita coisa, resolvi responder seu "Oi".
Mas foi só responder, pra toda confusão voltar.
Mas dessa vez foi aparecendo aos poucos, sem muita pressa, sem muita urgência.
Apareceu de um jeito que deu pra aproveitar cada momento até a hora da explosão.
Ela apareceu pra fazer uma bagunça também.
Mas uma bagunça que tem me feito bem!
Que tem me deixado contente!
Contente com sua presença!
Contente com sua permanência!
Contente com a bagunça!
Contente e contente!

Jessika de Sousa Macêdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário